5 Estratégias de gestão de negócios

A Gestão de negócios é uma tarefa que exige bastante planejamento e capacidade de identificar oportunidades de melhoria. Mesmo que uma empresa esteja apresentando bons resultados, isso não é sinônimo de que seus  processos estão perfeitos e não precisam de uma revisão.

A Jornada digital tem imposto às organizações o grande desafio de buscar alternativas para satisfazer as demandas do público-alvo e manter um elevado nível de competitividade. As corporações que não acompanharem as mudanças provocadas pelo avanço tecnológico terão apenas um destino: a falência.

Diversas empresas de renome perderam o prestígio pela falta de capacidade de inovar e de seguir as tendências do mercado. É preciso ter condições de investir, por exemplo, em um software de ERP (Enterprise Resource Planning,) para integrar setores (como RH, Financeiro, Marketing, Vendas, Contabilidade), o que é fundamental para aperfeiçoar a gestão.

Hoje as companhias buscam mais agilidade, maior capacidade de tomar decisões, integrar unidades e seguir as tendências do mercado com rapidez. Elas também priorizam reduzir os altos custos (itens armazenados no estoque sem necessidade, retrabalho, logística equivocada etc.).

Por isso, vamos apresentar, neste artigo, 6 ações para reduzir os altos custos em uma organização. Confira!

Gestão de negócios: Análise da empresa para ter clareza dos processos

A análise de empresas é imprescindível para o mapeamento de todas as atividades ligadas ao processo produtivo. A intenção é conhecer as iniciativas fundamentais para a organização gerar mais valor aos serviços disponibilizados.

Por meio de um mapeamento correto, é viável ter uma visão das ações a serem mantidas e das que podem ser eliminadas de cada processo. Não faz sentido manter processos que não agregam valor ao produto, pois eles aumentam os custos empresariais.

Para a gestão de negócios atingir a excelência, é essencial ter um conhecimento amplo dos processos, o que permite adotar atividades com foco em reduzir as despesas da organização, eliminando custos desnecessários na operação.  

A diminuição de gastos apenas se torna possível quando uma instituição é capaz de implantar processos mais eficientes, que agregam uma utilização mais inteligente do tempo e uma gestão adequada das finanças.

Gestão de negócios: Automatização

Automatizar processos é essencial para  que tarefas repetitivas e feitas de maneira manual deixem de ser realizadas por pessoas, passando a ser uma responsabilidade de equipamentos e softwares.

Essa ação proporciona não apenas a diminuição de erros, mas também aumenta a produtividade e reduz significativamente os custos. Além disso, os funcionários têm mais tempo para exercer funções estratégicas e atuar com foco em um rendimento notável.

Por exemplo, um funcionário da contabilidade usava uma tabela do Excel para acompanhar a entrada e saída de recursos da organização, algo que demanda tempo e apresenta um alto risco de erros. A partir do momento em que esses dados passam a ser automatizados por meio de um ERP, o colaborador tem mais condições de atuar de maneira diferenciada.

Afinal, ele tem mais chances de visualizar, por exemplo, a possibilidade de a empresa adotar um regime tributário que possibilite a redução do pagamento de impostos. Isso, sem dúvida, é uma ação que favorece a diminuição de gastos.

A automatização tem como vantagem marcante a redução de erros e a diminuição do retrabalho, fatores que geram desperdício de tempo e altos custos. Com o ERP, as companhias têm um ganho de produtividade, o que é indispensável para os serviços alcançarem um alto padrão.

Gestão de negócios: Boa gestão sobre o estoque

Um problema enfrentado por muitas empresas é o controle de estoque. Graças a uma gestão de negócios inteligente, o gerenciamento dos itens disponíveis para produção e venda se torna bem mais simples.

Um ERP tem condições de fornecer informações atualizadas sobre o panorama do estoque e das vendas realizadas nos últimos dias.  A partir desses dados, um gestor pode não apenas verificar a quantidade de itens que devem ser adquiridos para manter a empresa funcionando, mas também visualizar oportunidades de fazer promoções.

Isso se torna perfeitamente viável quando a área de Vendas e de Marketing estão integradas e atuam em conjunto para aumentar o faturamento e, consequentemente, os lucros. Com um ERP, essa parceria se concretiza de maneira mais fácil, porque há uma maior troca de informações entre os dois setores, possibilitando adotar uma estratégia mais eficaz para atrair o consumidor.

À medida que as mercadorias são vendidas dentro das metas, menores são os gastos com estoques. Afinal, a circulação dos bens está dentro do planejamento e evita o desperdício. Nenhuma empresa quer materiais ociosos estocados, porque isso representa perda de dinheiro e ineficiência na gestão.

É preciso sempre ter em mente que o estoque é o coração das empresas, pois grande parte das aplicações financeiras da companhia se encontram nesse setor. Por isso, erros de controle nessa área podem causar grandes prejuízos. Uma boa gestão evita esse problema e faz com que os itens armazenados sejam revertidos em dinheiro com uma política de vendas inteligente. 

Gestão de negócios: Boa gestão das operações logísticas

Se você está com dificuldades de melhorar o gerenciamento de estoque, é melhor pensar, com bastante carinho, na possibilidade de implementar um sistema ERP com o módulo de automação e coleta de dados (ACD).

Esse investimento vai propiciar não apenas a integração de  todas as unidades da companhia, mas também fazer um controle automático das ações do setor do estoque. Assim, ganha-se confiabilidade no controle relativo à circulação de mercadorias e de itens para a produção.

Esse benefício ocorre em virtude de a ferramenta gerar relatórios com dados precisos, o que auxilia na tomada de decisão. Outra vantagem é evitar a perda de recursos financeiros por causa de erros na administração de estoque.

Esses fatores mostram que optar pelo ACD é sinônimo de economia de recursos e de produtividade, o que é fundamental para a gestão de negócios atingir uma performance acima das expectativas.

Para você ter uma ideia de como o módulo ACD impacta no gerenciamento, a ferramenta é capaz de aumentar em 80% a produtividade do setor de estoque. Em vez de contar com 10 funcionários para trabalhar nessa área, a empresa pode ter somente 2, que darão conta da demanda de forma plena.  

Uma administração eficiente de estoque tem um peso importante na logística, porque colabora para que a movimentação de insumos e mercadorias seja feita seguindo as melhores práticas do mercado, o que minimiza o desperdício e os gastos desnecessários com veículos e combustível.

O módulo ACD contribui para aperfeiçoar a performance nas operações logísticas, porque automatiza processos importantes para o estoque, como recebimento, separação e inventário

Gestão de negócios: Controle dos processos

Você já está convencido de que a redução de custos é uma das principais vantagens proporcionadas pelo sistema ERP? Para isso acontecer, é imprescindível que haja um controle de processos bastante eficaz.

Com a adoção do ERP, o monitoramento dos processos se torna muito mais simples em virtude de as unidades da empresa estarem integradas, permitindo que o acesso às informações corporativas seja muito mais fácil e rápido.

Contar com uma visão ampla dos processos é um aspecto que favorece bastante uma gestão de negócios estratégica e capaz de identificar pontos que precisam ser melhorados em curto prazo.   

Gestão de negócios: Atenção ao fisco

Outro ponto que justifica o ERP como alternativa para aperfeiçoar a gestão de negócios é a capacidade de contemplar as exigências do fisco com bastante eficiência. Em outras palavras, o cálculo de tributos, impostos, fundos e recolhimentos passa a ser feito com mais agilidade.

Além disso, a empresa passa a ter menos riscos de cometer erros na hora de quitar as obrigações com o Governo e evita o pagamento desnecessário de multas. Assim, reduz custos e otimiza a utilização de recursos para áreas mais estratégicas, como a Tecnologia da Informação.

Com o ERP da TOTVS é possível contar com uma auditoria eletrônica antes de enviar os dados para o Poder Público. Essa postura colabora bastante para minimizar os erros e aumentar a produtividade da área contábil.

Vale destacar que essa solução fiscal da TOTVS acaba com falhas no processo fiscal e evita que a empresa pague penalizações e multas. A ferramenta também apresenta outras características marcantes, por exemplo:

  • Solução fiscal sempre atualizada de acordo com a legislação fiscal brasileira;
  • A única que atende às exigências municipais, estaduais e federais;
  • Cálculo de imposto, tributos, fundos e recolhimentos, bem como apuração e retenção para identificação de adequação às obrigações do governo;
  • Facilidade em corrigir problemas de escrituração de impostos e tributos.

Para a gestão de negócios avançar de maneira consistente, é fundamental utilizar as ferramentas tecnológicas, como o sistema ERP, de forma estratégica e inteligente. Afinal, qualquer erro pode causar prejuízos financeiros e perda de clientes.

Sua empresa pode ter mais eficiência gastando menos! Entre em contato conosco!


Posts relacionados

lgpd no futuro
LGPD

O que esperar da LGPD no futuro?

A Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD) tem impactado significativamente a forma como empresas e organizações coletam, armazenam, usam e compartilham dados pessoais