Como avaliar o LGPD? Saiba qual o nível de adequação da sua empresa

Você sabe por que é tão importante você avaliar a adequação da sua empresa à Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD)? A lei exige das empresas a total adaptação às suas normas e diretrizes. Dessa forma, no caso de descumprimento, as empresas ficam sujeitas a sanções que chegam a R$50 milhões.

Porque avaliar a adequação à LGPD?

Nesse contexto, avaliar a adequação à lei tornou- se um processo interno obrigatório. Este visa identificar o nível de adequação para verificar se todas as ações necessárias estão sendo tomadas e mantidas.

Além de evitar multas milionárias, a adequação à LGPD contribui diretamente para uma boa reputação da empresa perante o mercado e os clientes. Isso porque a segurança da informação e a responsabilidade social são cada vez mais valorizadas.

Se você chegou até aqui, provavelmente é porque pretende mensurar os processos da empresa no que se refere ao cumprimento à nova legislação. Nesse caso, acompanhe o nosso artigo, pois vamos te ensinar todas as etapas necessárias.

Qual a importância de avaliar o LGPD da empresa?

Enquanto muitas empresas já tinham medidas de proteção de dados antes mesmo da aprovação da LGPD, as quais não precisaram passar por mudanças drásticas, outras contavam com estruturas muito básicas de segurança cibernética e privacidade de dados, o que exigiu maior esforço no processo de adequação. Contudo, por mais que ambos os tipos de empresa possam ter chegado a um patamar aceitável de adequação, é importante que tal patamar seja mantido.

Por isso, a realização de uma avaliação sobre as práticas e a definição de quais a empresa vai adotar para evitar as penalidades da lei é imprescindível.

Afinal, por mais que a organização tenha investido em métodos e sistemas que minimizem os riscos e vulnerabilidades, existem diversos pormenores, segundo a LGPD, que precisam de análises.

Veja alguns motivos para avaliar o LGPD

A adoção de boas práticas relativas à LGPD pode promover melhor gestão de dados, redução de custos e identificação de oportunidades de negócio. Para te mostrar sobre a importância da adequação à lei, elencamos 3 motivos para você avaliar o LGPD no seu negócio.

Cada empresa é única

Não há uma única fórmula que mostre se uma organização está adequada à Lei Geral de Proteção de Dados. Isso porque não existem certificações diretamente ligadas às regulamentações para aferir o nível de maturidade. Além disso, um projeto de LGPD não é totalmente padronizável, ou seja, o planejamento de um negócio não serve para o outro e vice-versa. 

É preciso analisar mais do que o porte ou segmento da empresa durante a avaliação interna, já que trata-se de um processo bastante complexo. Por exemplo:

Se um negócio é B2B, comercializando seus produtos para outras empresas, os riscos de privacidade tendem a ser menores em relação às empresas B2C que atendem os consumidores no varejo.

A preocupação de adequação neste caso, seria no quadro de funcionários já que é lá que os dados pessoais estão, pois a empresa tem como clientes somente empresas.

Ao mesmo tempo, se o varejo depende de um grande volume de análise de dados, como é o caso das financeiras, por exemplo, apresenta maior vulnerabilidade do que uma loja de roupas. Ou seja, é preciso personalizar a avaliação da LGPD para que seja realmente eficiente. 

Diferentes graus de maturidade

Outro aspecto que diferencia as empresas e mostra a importância de avaliar o LGPD, são os níveis de maturidade ou adequação em que a companhia se encontra.

Para ficar mais claro, enquanto organizações de origem europeia com subsidiárias no Brasil já fizeram adequações relacionadas à GDPR, aproveitando muitas delas para aproximar a empresa da conformidade com a lei do País, outras estão iniciando os processos somente agora.

É importante frisar que, mesmo que os negócios já estejam adiantados se comparado ao nível do mercado, é imprescindível que avaliem o LGPD. Isso porque embora as legislações sejam similares, as leis são diferentes, o que pode expor os mesmos a riscos e sanções.

Integração corporativa

Um projeto de adequação à Lei Geral de Proteção de Dados envolve todas as áreas de uma empresa, sendo um trabalho conjunto entre profissionais de diferentes setores, como tecnologia e jurídico. 

Nesse contexto, avaliar o LGPD envolve verificar dois processos importantes: Se as ações de segurança da informação estão sendo realizadas de forma harmônica ou isolada na empresa e se todos os departamentos estão integrados e passam por análises cuidadosas periodicamente.

Como avaliar o nível de adequação da sua empresa?

Certamente, uma pergunta comum entre o gestores que já realizaram avaliações, mapeamento de fluxo de dados, assessments e a execução de ações para a adequação à LGPD, e também daqueles que precisam fazer um levantamento interno para aplicar o projeto, é sobre como medir o nível de adequação da empresa em relação às práticas que precisam ser realizadas?

Como citamos, cada negócio é único, portanto não existe apenas um método a ser aplicado. Entretanto, regulamentações como a ISO/IEC 27701:2019 e uma matriz de riscos baseada nas mesmas pode auxiliar as organizações nessa etapa de estruturação de processos.

Todavia, além de se utilizarem de normas técnicas, é imprescindível que contem com profissionais especializados com um certo nível de independência, o que significa que não estejam diretamente ligados aos processos de adequação.

Se a sua organização precisa avaliar o LGPD mas não sabe por onde começar, é possível contar com as nossas soluções, como a adequação LGPD ou o DPO às service.

Quer saber mais sobre as nossas soluções? Entre em contato agora mesmo!

consultoria lgpd

Posts relacionados

lgpd no futuro
LGPD

O que esperar da LGPD no futuro?

A Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD) tem impactado significativamente a forma como empresas e organizações coletam, armazenam, usam e compartilham dados pessoais